Install theme
Ana nunca deixou de sonhar com coisas impossíveis. Amar e ser amada, sonho de todo mundo, não é? Mas o problema de Ana, é que os sonhos adiados lhe causam dormência de alma, quietude de espírito. Para ser mais claro, Ana, dias sim dias não, não se sentia tão viva. Ela era, ainda é, um poço infinito de lágrimas derramadas toda noite. Assim como hoje, ela acordará e sonhará acordada mais uma vez. Ela não sabe, mas aqui de longe, eu vou criando caminhos para cada desejo do seu coração. Ah, se ela soubesse, hoje mesmo ela não choraria mais pelas coisas não vindas, porque eu bem sei quando hão de vir.
O Homem das Tulipas.  (via floriversar)
No dia…
6 hours ago · 90 notes · reblog

florificarme:

 

Em um dia qualquer você vai conhecer alguém que te faça suspirar, chorar e rir ao mesmo tempo. E quando esse dia chegar você vai estar apaixonada, e sentirá aquele frio na barriga, como se estivesse na montanha-russa, quando ele for te ver e sorrir pra você. Espero que neste dia tudo dê certo e que a felicidade transborde para vocês dois.

Só queria dormir com ela, no sentido mais inocente da palavra. Mas eu não tinha coragem. Ela tinha um namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuvas, eu era a garoa e ela, um furacão.
Quem é você, Alasca? (via fraquejou)
C    renovador